A verdade às vezes está no que você não consegue entender.


Fabulas de Diadema 6: O cérebro, o útero e a corrida espacial.

Tudo nessa vida é por causa de um “Oh my god” no final. Seja na igreja, em casa, no bordel ou no motel. No senado, Eles lá de cima buscam também um “Oh my god”, mas preferem falar isso diretamente na cara de Deus. A muito tempo atrás, ouvi um índio Pataxó, das tribos de Cabrobó, plantadores de Chuchu, contar uma história dos tempos do Brasil colônia, mais precisamente, mil novecentos e sessenta e guaraná de rolha, se não me engano. Esta história narrava as facetas de uma nobre senhora americana, mais conhecida como MRS. Nixon, ou seja, Moça Reforçadamente Sensual Nixon. Vocês podem procurar a foto dela Google e dizer “gente, este cara tá pirando, esta senhora é velha, meu Deus,o que ele está falando?” mas, digo humildemente, não é esta a MRS. Nixon, esta que está na web é sim a Pat Nixon, MRS. é uma obra um pouco maior, obra da CIA, tal qual a queda do WTC que possuía um alto/auto poder de atenção, um robô revolucionário, precursor do livro “Homem Bicentenário”. Pois bem, entre uma tragada e outra, nosso querido índio falava que MRS. Nixon vivia numa nobre mansão nos EUA, cercada por homens engravatados e que adoravam ouvir noticias internas em fones de ouvido. Freqüentavam ativamente cassinos, pois, assim como os russos, adoravam uma roleta. Amante de arte, e assídua compradora de móveis MRS. era o xodó do marido, que se embriagava com seu cheiro magnífico e adorava se deleitar em meio as suas carnes. Carnes americanas são sempre de ótima qualidade, inclusive as dos fast foods produzidas pela MRS. McDonalds, mas esta é outra história. Numa de suas compras MRS viu que sua amiga russa de infância possuíra uma obra de metal retorcido vindo diretamente do espaço “isso é coisa do super man” pensou primariamente, mas desistiu deste pensamento lembrando que o super-herói nunca existiu. Obrigou o marido fornecer-lhe tal material, mas este disse que não conseguiria dar-lhe coisa caída dos céus, e depois de efetivar alguns exercícios da dança hipnótica dos grandes lábios e dominar a cabeça do pobre Mr. conseguiu o que tanto queria, ou melhor, conseguiu o meio de atingir o seu objetivo. Pois é, foi ai criada a NASA. Muitos metais começaram a aparecer para completar a sua coleção, e com isso sua grande amiga russa, querendo sempre superar sua companheira, deixando a flor da pele o extinto feminino, também obrigara seu marido a planejar um método de conseguir obras de arte vindas diretamente do espaço. A história termina de modo trágico, quando ambas encontram-se em Aspem para ver qual possui o maior anel de urânio, porém, devido ao câncer, apenas os juízes da partida e as mãos decepadas das mulheres apareceram no local combinado.

Moral da história.

Quando as pernas se abrem, meu amigo, o show começa!

Ó my God!



Escrito por Filipe Beneli Lazarini às 16h54
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis